17

Leite é amor - Blogagem Coletiva!

Mil dicas de mãe 



"Esse post faz parte da Blogagem Coletiva com objetivo de incentivar a doação de leite materno aos Bancos de Leite. Saiba mais informações de como doar clicando no selinho!"


Durante a gestação quando me diziam para preparar o bico do peito, eu achava que era besteira, afinal desde os 7 meses eu tive leite, e o leite saia facilmente, então eu achava que seria fácil amamentar, grande engano o meu. Ainda no hospital o bico do meu seio rachou e pra piorar eu mal tinha bico, na hora de amamentar era um sofrimento, a Emilly sempre gulosinha, não conseguia pegar o peito direito e chegou a arrancar um pedacinho, não gosto nem de lembrar da dor. Foi preciso muita força de vontade e amor
para seguir em frente, se não fosse tão importante para ela acho que não conseguiria.
E quando o leite desceu pra valer, o peito empedrado, o bico rachado sangrando, chegou um momento que pensei "desisto" vou dar mamadeira, tirei o leite do peito e dei na mamadeira para ela, mas na mesma hora me arrependi, ela não tinha culpa eu não ia fazer isso com ela. Então dei o peito sangrando para ela, amamentava chorando, só de pensar que ia dar de mamar já ficava nervosa. De madrugada levantava eu, minha mãe que me ajudou no resguardo e o meu marido, parecia um evento, o momento era tão tenso que em uma dessas mamadas meu marido e minha mãe se desentenderam, todos estavam muito ansiosos. Eu sentia muita dor. Minha mãe tirou até foto minha amamentando e chorando pra mostrar pra Emilly quando ela for maior.

Mas essa história teve um final feliz. Compramos uma bombinha para tirar o excesso de leite, e eu tinha visto na internet um protetor de mamilos de silicone, mas antes de começar a amamentar achava que não era bom, que era desnecessário, e li também alguns comentários negativos, mas foi minha salvação, agradeço até hoje quem o inventou. Como ele evita o contato direto com a boca do bebê, a dor era menor, e o bico foi cicatrizando, com 15 dias que a Emilly havia nascido não sentia mais dor. Depois tirei o protetor, e a amamentação foi ficando cada dia mais prazerosa, hoje amo amamentar minha pequena, é uma troca de carinho entre nós duas, um momento único, que faz valer tudo que tive que passar. Vou amamenta-lá enquanto ela quiser, por enquanto meu leite é seu único alimento. Tenho bastante leite, graças a Deus, tanto que nós queríamos doar, porque eu tinha tanto leite que dava para amamentar três bebês, mas infelizmente aqui onde eu moro não tem banco de leite, entramos em contato com o pediatra e ele disse que infelizmente não tinha como doar, eu jogava aquele leite fora com dor no coração imaginando quantas vidas ele poderia salvar. Sim doar leite também salva vidas. Se você tiver como doar, faça sua parte, imagine como se sentiria se fizessem o mesmo por seus filhos, não há nada no mundo que pague.
Depois de tudo que eu passei, posso dizer com toda certeza do mundo que leite é amor, só quem ama consegue passar por tudo isso e não desistir, quem é mãe sabe como é difícil amamentar exclusivo, não temos independência nenhuma, aguentamos mordidas, peito rachado, empedrado, muita dor, noites sem dormir, roupa molhada. Não é facil, ,mas vale muito a pena, o carinho a troca de olhares o amor, são experiencias únicas. Vamos repartir esse amor? Doe leite, doe amor!




Já falamos sobre amamentação nestas postagens aqui:
Amamentação!
Previa da consulta de 10 meses e o Dia Mundial da Amamentação! 

e em varias outras, se quiser ler é só digitar amamentação em pesquisar esse blog ai em cima no canto direito.Usei esses texto para essa Blogagem Coletiva.

E quero parabenizar a iniciativa da Nívea!
Comentários
17 Comentários

17 comentários:

Cristiane disse...

Nossa em pensar que podemos ajudar outras mamães!! Cris

Andrea Fregnani disse...

Parabéns Aline, pela sua vitória!
bjs

Chris Ferreira disse...

Oi ALine,
Adorei a inciativa!
Beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com.br/

Diário da mãe e da filha disse...

Aline, que legal a iniciativa!!
Adorei o post, viu?

Beijos

Brenda Kayene disse...

Muito seu lindo seu post, Aline!!
Nossa, vendo post's assim eu fico com um nó na garganta! Me sinto culpada por não ter tentado mais. Já estou atrás de profissionais que me ajudem na relactação! rs Tomara que eu consiga!!!


Beijos!!!

Juliana Reis disse...

Aline, que bom que você conseguiu superar as dificuldades! :)
Parabéns!
Beijos

Adriana Engelmeyer Bouzan Lopes disse...

Essa Blogagem foi tudo de bom......amei seu post...bjus

Mamãe Roberta Soares disse...

Adorei seu post, pena que não deu pra doar. Aqui faltou, faço relactação. O meu post está no meu blog http://matheusmeucoracao.blogspot.com.br/2012/08/leite-e-amor.html

Aline Patrícia disse...

É sim amiga temos que fazer nossa parte!

Aline Patrícia disse...

Obrigada Andrea!
Beijos!!

Aline Patrícia disse...

Obrigada Chris!!
Beijos!!

Aline Patrícia disse...

Obrigada querida!!
Bejos!

Aline Patrícia disse...

Obrigada querida, deixei um comentário lá no seu blog!! Nada de culpa!!
Beijos!!

Aline Patrícia disse...

Obrigada Juliana!!
Vou lá ler o seu!!
Beijos!

Aline Patrícia disse...

Obrigada Adriana!!
Beijos!!

Aline Patrícia disse...

Uma pena mesmo viu!!
Vou lá conhecer sua historia!!

A equipe da Babycub disse...

Esse post é fundamental pois muitas mães precisam mesmo do leite materno para seus bebês!

Parabéns pela iniciativa Aline.

Aline da Babycub