24

07/10/02 a data mais triste da minha vida!

Pensei tanto e mesmo assim não sabia como ou por onde começar esse post! Dizem que mês de agosto é mês de agouro, e infelizmente a vida me fez acreditar nisso. Pessoas muito queridas me deixaram nesse triste mês de agosto! E uma dessas pessoas foi meu pai, no dia 07/10/02, a data mais triste da minha vida, um dia pra se apagar da memória! Pensei em fazer uma homenagem, mas eu realmente preciso escrever sobre isso, já se passaram 10 anos, completados exatamente hoje, mas parece que foi ontem! 

Já contei sobre minha família nesses dois posts, meu pai era o alicerce de nossa família, e foi tirado de nós de repente, ele era motorista de caminhão e um dia saiu pra trabalhar e nunca mais voltou, morreu em um acidente horroroso, aos 44 anos. É uma sensação tão estranha tão estranha, um sentimento de total impotência, você se despede de manhã e na hora do almoço descobre que nunca mais vai ter aquela pessoa novamente com você, ela se foi pra sempre e não há nada que possa ser feito. Desesperador! 
Nunca mais me senti bem no dia dos pais, faltava menos de uma semana pra a data quando ele faleceu. E essa data se tornou um dos dias mais tristes do ano, talvez agora mude, já que minha filha vai ter um pai para abraçar nessa data! Eu não tenho mais o meu! Nem sei o que escrever, acho melhor encerrar por aqui!


Hoje está fazendo 10 anos que você nos deixou, mas a saudade, essa ficou, e ficara para sempre, pois a lembrança é eterna! Você estará sempre presente na memoria e no coração, depois que você partiu nunca mais nossa familia foi a mesma, nunca mais tivemos um domingo como os de antigamente,mesmo que dezenas de anos passem eu nunca vou te esquecer!. Vc era um tipo raro de pessoas que o mundo precisa. Não existe igual, e nunca ninguém te substituirá!. Te carrego sempre aqui no meu coração e na minha memoria! E sei que não importa onde estiver, estará sempre olhando por nós!
E a saudade doí muito!! Pai te amo muito além da vida!!!


Eterno em meu coração!

"Lembro de ti, Quando olho para o firmamento... Lembro de ti, Quando o meu rosto toca o vento... Lembro de ti, Quando a aurora me desperta... Lembro de ti, Quando me deixava a vida mais aberta... Lembro de ti, Do teu caráter e bondade sem fim... Lembro de ti, Quando olho para todos os jardins... Lembro de ti, Em casa, no trabalho e no meu sonhar... Lembro de ti, Cada vez que escuto a palavra amar... Lembro de ti, Do teu cheiro, andar e respiração... Lembro de ti, A tua benção era minha inspiração... Lembro de ti, Meu mestre, minha redenção... Lembro de ti, Meu pai, pedaço do meu coração."

Autor desconhecido - Mas bem que poderia ter sido escrito por mim!!

Comentários
24 Comentários

24 comentários:

Diário da mãe e da filha disse...

É amiga, vem cá me dá um abraço, perder alguém nunca é fácil mesmo, a saudade fica.

O importante é que você sempre amou e vai amar eternamente seu pai.

Beijão e força!!

Vanderléia Silva disse...

oi querida, fique com as lembranças boas que vc tem dele, isso fará diminuir um pouco essa saudade.
Fica com Deus querida,
bjos.e boa noite.

Juliana Reis disse...

Aline, ele agora está no mundo espiritual olhando por ti. Mas, a saudade sempre acompanhará, infelizmente não temos como esquecer. Que Deus te conforte e te dê força.
Receba o meu abraço virtual, que vale como um real.
Beijos

Leticya Souza disse...

flor eu sei o que voce esta sentindo esse ano tambem completa 10 anos que eu perdi meu pai...muito triste meu pai sempre foi meu heroi...estou emocionada escrevendo isso...eu tinha apenas 14 anos... deixou 4 filhos pequeno a mais nova tinha 1 ano e 9 meses...muito triste...foi o dia mais triste da minha vida...ate hoje quando lembro me doi muito...mais quero deixar correntes positiva...pessoas boas e especiais sempre fica em um lugar especial em nossos corações...bjsss

Minha Filha Minha Vida disse...

O minha querida amiga foi com o mesmo nó na garganta que eu li a sua postagem .... sinto muito por vocês ... e acredito que onde quer que seu pai esteja ele esta cuidando de vocês e certamente tem muito orgulho da menininha dele .... eu sei que as coisas ai com o maridão longe tb não esta facil mas precisando de uma amiga pode me procurar tah (sfcas2@hotmail.com)

ps.: nunca consegui passar por um acidente na estrada e não pensar na familia e suas palavras só confirmam o quanto tudo isso é TRISTE ....

um beijo enorme

Rita Pacheco disse...

Sinto muito Aline pelo seu pai!
Mas saiba que onde ele estje só te quer ver feliz!
Fiquei bem contente por sua visita em meu blog, viu só que fofo que é o meu sobrinho?
Bjs
RITA
www.olharesedetalhes.blogspot.com

Débie Mottin Molinari disse...

Força amiga!!! Perdi meu pai fazer 8 anos... ja escrevi sobre isso no blog... alias escrevi no dia que completou 8 anos... e olha como sao as coisas foi no aniversário de morte dele que eu descobri q estava gravida... da uma lidinha se tiver um tempinho... http://ceciliabatatinha.blogspot.com.br/2012/02/0402-sentimentos-contraditorios.html

Força ai amiga! Beijao

Diário da mãe e da filha disse...

Aline, querida... Acabei de publicar seu texto lá no blog!!
Pode pegar a outra foto sim, tá?

Beijos!! e mais uma vez obrigada de ter aceito o convite

Josiane Caetano disse...

Sinto muito pela sua perda- que, com certeza ainda te traz muita saudades!
Acredito que a melhor forma de honrar nossos pais é através da nossa existência. Tenho certeza de que vc faz isso muito bem, não?
Bj!

Kariny disse...

Flor, sei bem como é essa dor, pois já não tenho pai (e nem mãe), é uma ferida que não cicatriza nunca, pois impossível não lembrar deles um dia sequer, mas Deus nos dá força e conforto, que Ele conforte teu coração beijos!

Aline disse...

Vc ficou órfão de pai cedo né amiga?!triste por perder alguém assim,de maneira estúpida,e súbta,tento imaginar tamanha dor e o vazio que sempre fica,mas ele estará sempre perto de vcs,cuidando e abençando,pode ter certeza!

Vc tem momentos bons pra lembrar com carinho,foi pouco tempo dele na terra,mas que deixou pelo visto,grandes lições,e exemplos bons...eu já não posso dizer o mesmo do meu,que por mais q eu não tive aquele apego,fica o sentimento estranho,indecifrável,da vida q não tivemos,dos momentos q não tivemos,e de coisas nenhuma à contar..acho isso tão triste..

Vc me fez lembrar tbm de uma história,se servir pra te consolar tbm,de uns vizinhos meus,que morreram no dia dos pais,eles sairam pra passar o domingo de dia dos pais do ano 2000,na casa de uns familiares,e na volta,o homem alcoolizado,bateu o carro em um poste de alta tensão,e sem noção por conta da bebida,desceu do carro e foi retirar o fio q caiu na rua,com a força da bartida do carro,a mulher ao ver a cena,do marido sendo eletrecutado,foi tentar socorrê-lo e acabaram falecendo os dois,deixando 2 meninas,1 de 7 anos e a outra de 14 q já estavam encaminhando a festa dos 15..foi triste d+,as meninas ficaram órfans de pai e mãe no mesmo dia..elas só não sairam do carro por conta de um carroceiro q passava bem na hora e alertou-as a não descer do carro em hipotese alguma,até chegar o socorro..

Força..e lá de cima seu pai olha por vcs!

Beijos!!

Aline disse...

Olha o que uma pessoa cansada é capaz de escrever..por isso parei com meu blogue..hihihi

Corrigindo então..ÓRFÃ...

Bjs.

Aline Patrícia disse...

Obrigada Amiga!! Me senti abraçada de verdade!!
Beijos!!

Aline Patrícia disse...

Sim Vanderleia é isso mesmo que eu faço, só guardo as melhores recordações.
Obrigada pelo carinho beijos!

Aline Patrícia disse...

Obrigada querida, com certeza esse abraço vale por um real!
Beijos!!

Aline Patrícia disse...

Obrigada pelo comentário, fui conhecer seu blog!!
Te desejo muita sorte!! Beijos!!

Aline Patrícia disse...

Obrigada querida!!! Valeu mesmo o apoio vou te add!!
Beijos, obrigada mesmo pela força!!

Aline Patrícia disse...

Obrigada Rita!!
Achei seu sobrinho muito gatinho rsrs!!
Lindinho!!
beijos!!

Aline Patrícia disse...

Vou ler sim!! Agora!
Não é fácil!! Mas vamos seguindo!!
Força ai tambem!
Beijos!!

Aline Patrícia disse...

Obrigada já postei aqui!!
Eu que te agradeço pelo convite!!
Beijos!!

Aline Patrícia disse...

Eu tento!! Acho que honro sim!!
Acho que ele teria orgulho de mim sim!!
Beijos!

Aline Patrícia disse...

Nossa Kariny muito triste isso!!
Não me imagino perdendo os dois!!
Obrigada querida!!
Beijos!!

Aline Patrícia disse...

Credo Aline que historia triste!!O que foi feito dessas meninas, que rumo a vida delas tomou?
Sei bem o que sente em relação a seu pai, meu "pai" biológico nunca foi meu pai, nunca tive carinho nada, o conheci aos 17 anos depois que meu pai, que me criou, o único que tive faleceu!

Aline Patrícia disse...

kkkkkkkkkkkkk só vc Aline!!
Beijos!!