9

Amamentação e desmame..



Qual a hora certa de desmamar um bebê? Acho que se colocasse esse assunto em questão apareceria dezenas de respostas diferentes. Mas não é essa a questão, a questão aqui é que preciso desmamar a minha filha e amanhã vou começar essa batalha. 
Como vocês sabem abri mão de tudo pra ficar com minha filha e amamenta-la até quando pudesse, abri mão de trabalhar, da minha independência e de outras coisas que não vou entrar em detalhes. O bem estar da minha filha sempre foi minha prioridade, mas agora preciso trabalhar, ela vai ficar longe de mim a maior parte do dia, e preciso desmama-la. E penso que deveria fazê-lo sem culpa, ela já está grandinha ( dia 07 completa1 aninho) e saudável, mas já viram como é mãe, a culpa nos persegue sempre.
O problema maior é que ela odeia leite, odeia mamadeira, e mesmo no copinho que ela ama ela não bebe o leite, ela arripuna com o gosto e mesmo tentando mistura-lo com outras coisas ela não mama. Eu estava tentando dar o ninho fases 1 por indicação do pediatra, mas ela odeia. E pra piorar descobri essa semana que o ninho fases não é leite e sim uma mistura láctea, como eu não sabia disso? acho que muitos pais não sabem se quiserem saber mais é só ler aqui Procon investiga composto lácteo da Nestlé que tem 'cara' de leite e deixa pais confusos. 
Mas já me decidi a tentar o leite de vaca, pelo menos eu sei o que é, e formulas ela não mama mesmo, vamos tentar o copinho que ela aceita, e vai ser gradativo. Espero que ela aceite, pois para piorar a situação os cinco dentões que ela tem são usados para me morder, e até cortar meu seio, ela está terrível, e cada dia piora. Mesmo assim morro de dó desmamar, ela ama mamar, mas ama tanto que nem que mais comer direito, só quer peito, esse é outro agravante que me levou a decidir pelo desmame.
Olha só o que li no Bebê Abril sobre o que o processo de desmame pode gerar:
"O pequeno pode apresentar fatores emocionais que mostram que ele sente medo de se separar da mãe: gaguejar, maiores requisições, apego a objetos. Mostre que o amor de vocês continua ali de outras formas."

"O bebê pode ficar irritado durante o desmame, pois sai de uma situação conhecida e confortável (o peito da mãe) para outras que não conhece e que são um desafio: a mamadeira, o copinho, as papinhas. Até descobrir que essa troca é prazerosa, ele pode chorar, ficar manhoso e requisitar mais a mãe. Afinal, o desmame nada mais é do que um desligamento."

"Enquanto algumas mulheres têm uma incrível sensação de liberdade quando acontece o desmame, outras sentem muita falta desse ato tão prazeroso para mãe e filho. O desmame do bebê é algo natural e o amor entre ambos não vai acabar, apenas ocorrer de maneiras diferentes. É hora de valorizar outros jeitos de ligação com o filho, até para não interferir em seu desenvolvimento. O vínculo pode ser fortalecido com os cuidados diários, em um banho gostoso antes de ele adormecer, na cantiga que a mãe canta, em um colo aconchegante."

Já estou até prevendo como vou ficar. E vocês mamães, tem alguma dica para essa nossa nova fase? Contem a experiência de vocês, e me desejem sorte... Depois volto para contar como está sendo esse novo processo, se eu desisti, se consegui, porque fácil sei que não vai ser. Já estou de coração partido só de imaginar, parece que um laço que vai se romper entre nós, e é exatamente isso que vai acontecer... Um laço de amor que deixará de existir... Um rito de passagem. Vou encerrar por aqui antes que eu desista. Tão difícil algo que sempre achei que seria natural.
Vou postar matérias sobre o desmame aqui no blog, se alguma mãe quiser contar como foi sua experiencia é só entrar em contato comigo!
Ótima semana!
Beijos nossos!

Se quiser conhecer o artigo citado é só clicar no link  Bebe Abril.



Comentários
9 Comentários

9 comentários:

Luiza Navarro disse...

Oi amiga, olha vou te contar! aqui o desmame aconteceu ontem!!
sabe como?? ela começa a pedir o seio, e eu vou direto entreter ela com uma brincadeira atè ela pedir seio de novo, e de tao consadinha, mama a mamadera, nem lembra do seio e dorme! e dorme mto bem por sinal!

Hj a mesma coisa, ela pediu o seio, eu comecei a brincar com ela, e quando ela tava caidinha de sono, mamadera, e dormiu de novo! mas isso aconteceu com a gente, nao quer dizer q và acontecer com vc. Mas tou contando ...

Outrra coisa, nao dê o leite de vaca puro, eu dou metade leite, metade agua pra nao ficar tao forte o gosto do leite, e è o q o medico me recomendou desde o começo quando ela era bebe!!! pq o Nan ela nao gostava e dava alegria, ai o medico me disse q eu fizesse, fiz e deu certo, e ate hj o leite dela e assim, metade e metade,e ela gosta! mas tbm ela toma puro, e gosta. Mas isso e questao de costume!
Tente dar por uns dias, assim se vc quizer , metade leite e metade agua, quando ela começar a gostar do leite, vc da inteiro, sem rebaixar como dizemos por aki.

Tbm to na maior dò de desmamar, mas eu preciso trabalhar (em casa, nos meus crochets) e com ela no seio varias vzs por dia, fico acabada! alias....ela tbm, ja tem mais de um ano, e olha devo te dizer, VEJO Q ELA TEM DORMIDO MUITO MELHOR A NOITE, POIS NAO MAMOU NO SEIO, E NAO ACORDOU PRA MAMAR. SERIO, DORMIU MELHOR!!

Entao, nao è facil, e espero q nenhuma sofra, q seja algo gradativo como vc mesma disse. Nao corte totalmente, ela precisa primero acostumar na mamadera, serà sera algo muito abrupto... isso è o q penso, podem discordar ...mas fez bem pra mim e minha filha. Ou seja, poder dar certo com vcs, como nao, isso quem decide è vc!

Rafaela Martins disse...

Ah nossas historia é bem parecida porém eu tenho que desmama-la pois meus peitos estão com mastite avançada(na carne viva) mais eu não consigo já tentei passei 2 dias sem amamenta-la mais tornei a dar. O meu caso é bem parecido pq a biah não aceitava de jeito nenhum nem um tipo de leite tentei varios diversos até então resolví dá o de caixinha com farinha lacta de arroz o resultado foi otimo ela toma como mingal no começo era dificil e até hoje é ela não aceita 100% mais é um bom começo pq sei que quando desmama-la ela estara tomando o leitinho em forma de mingal.
Depois desses 2 dias sem amamentar sinto que meu leite diminuiu estou mal só em pensar que meu leite esta secando então acho que pra mim não vai ser uma escolha e sim uma realidade!
Boa Sorte ai nessa fase que não é nada facil bjuuus!

Camila Carvalho disse...

muito parecio comigo,
Voltei a trabalhar quando minha pequena completou 01 aninho..
Ela ODIAVA leite, maamdeira então..parecia que tava enfiando "na guela"...rs
Vc precisa ir treinando, fazendo ela se adaptar, comigo aconteceu bem assim, ms depois de mês mais ou menos ela
"aceitou' a mamadeira...Minha mãe ajudou muito..Veja se consegue alguém (sem ser você) pra dar pra ela...
bjao
perolasdealanis.blogspot.com

Susana disse...

Olá ALine !
Esse também é um assunto que me interessa mas para já vou continuar a amamentar. Muitas mães continuam a dar o peito mesmo a trabalhar, apenas dando de manhã e à noite ao deitar. Não seria preciso cortar logo de uma vez e como a Emily nunca pegou bem em biberão, o Gaspar também não, mas no outro dia surpreendeu-me e agarrou bem com uma papa líquida que comprei para ele experimentar e gostou, mas não insisto muito porque prefiro que ele aprenda melhor a beber em copo sem tetina, o que já vai fazendo muito bem, sem se engasgar. A partir de um ano de idade vou implementar o leite de vaca gordo, tal como os médicos consideram o ideal (que não tem qualquer problema em dar puro, o gordo é mais completo em energia para eles, sendo o meio-gordo ou magra nada bom para eles. Complemento a mama, com algumas refeições lacteas de vaca, e aos poquinhos quando chegar a hora certa, e nós saberemos identificar esse momento, o peito é retirado sem quase eles se aperceberem.
Desde que comecei a fazer um tratamento (pilula) à base de estrógenio (a pilula da amamentação não me fez bem) o meu leite diminuiu mas apenas aquele que é armazenado nas mamas, porque assim que o Gaspar mama o leite sai, a mamas reduziram muito o volume e assustei-me mas confio que elas vão-me ser muito uteis para os próximos meses, à uns fins de semana atrás a mama ajudou muito por causa da febre e quando ele não tem apetite nunca rejeita a mama, assim eu não desespero por não se alimentar. Por pouco leite que seja é sempre algum do que nada.
Um beijo grande e com calma e muita paciência tudo se resolverá. Logo logo os nossos bebés farão 1 aninho, como o tempo voa mamã!!!

Josiane Caetano disse...

Como foi a minha filha que quis parar de mamar- sei que é algo raríssimo o que aconteceu, mas foi assim- não costumo opinar sobre isso. Cada mãe sabe das suas necessidades e a do seu filho!Mas, mesmo assim, vou dar o meu pitaco: sei lá, porque vc não tenta diminuir antes de parar de vez?
Boa semana e Boa sorte, Aline!

Juliana Reis disse...

Também sofria, pois Dudu não tomava leite nenhum, só o leite materno. Mas, te digo uma coisa: se vc desmamá-la, com certeza ela vai tomar outro leite. Aqui foi assim.
O desmame foi um processo de amadurecimento e demorou para eu enfrentar, mas quando decidi de vez, foi tranquilo e logo ele começou a tomar outro leite (Ninho normal ou leite de caixa) não tomava o fases também não. Como ele nunca gostou de mingau, só toma vitamina ou nescau. Espero ter ajudado.
Beijo,
Ju

Luisa Tiedt disse...

Aline, nem sei o que te falar, já que comigo e a Cá foi assim, meu leite estava diminuindo, e além disso, eu precisava trabalhar, quando chegava a noite, Cá mamava, mas depois nem isso ela quis, eu dava e ela nada de pegar, ela tinha 1 aninho, e eu fiquei triste, porque queria ainda amamentar mais um pouco, mas a escolha foi dela ... Boa sorte nessa fase

Beijos

Meriene Zamprogno disse...

Poxa, aqui eu pretendo dar de mamar até mais de um ano, nao sei se vai dar certo né, mas eu vou tentar, como voce precisa trabalhar, nao tem jeito, tenta como puder e pare com essa culpa, voce nao está deixando de dar mamar por que quer e sim por que PRECISA! para dar algo melhor pra sua filha né? Boa sorte com o desmame!

Andreia Cristina disse...

Ei Aline!

Comigo não foi fácil também. Eu tinha que voltar a trabalhar e ele não aceitava a mamadeira de jeito nenhum. Chorava, esbravejava. Não adiantava tentar o copo também. Já tava desistindo e pensando em ficar em casa mesmo.

Aí, quando ele tava com cinco meses e meio, a pediatra me orientou a começar com as papas salgadas. Ir alternando. Dava fruta, suco, legumes, biscoito com leite. Ele foi se acostumando. No início só mamava com o meu pai. Mas isso foi nos primeiros dias. Agora tá uma maravilha.

Meu leite secou quando ele fez sete meses. Às vezes tenho saudade da amamentação, mas é assim né?

Bj, e boa sorte aí!