12

A palmada ajuda a educar?

Olá meus amores, tudo bem por ai? Espero que sim!! Hoje preciso da ajuda de vocês, é uma questão muito polêmica e preciso que deixem ai nos comentários a opinião de vocês.
Vocês acham que uma palmada ajuda na hora de educar? Vocês são contra? Argumentem a vontade, e se não importarem gostaria de usar a opinião de vocês para escrever um texto...









O que me dizem dessas publicações?
Conto com vocês!
Beijos nossos!!



Comentários
12 Comentários

12 comentários:

Segredos do Samuel disse...

Pois é...
Isso é muito contraditório.
Tem certas horas que uma palmada resolve.
Mas tem que ser na hora certa e não para atoa,

Minha Filha Minha Vida disse...

Assunto muito polemico e eu estaria sendo hipócrita se dissesse que por aqui não acontece as vezes ....

beijos

Julia Costa disse...

Oi, Aline! Super interessante seu post, principalmente porque você deixa aqui uma infinidade de possibilidades de discussão! ;) Antes do Lucas nascer, sempre disse que daria, sim, palmada, se achasse necessário! Só que eu mesma levei pouquíssimas palmadas na vida. Nem consigo lembrar de nenhuma, na verdade, mas sei que levei porque minha mãe dava quando achava necessário. Minha mãe nunca pesou a mão, nunca me machucou. A palmada dele sempre teve mais valor simbólico do que físico. E vou te dizer que, fazendo uma breve análise da minha vida, não encontrei ainda nenhuma mãe que eu considere melhor do que a minha (para mim, que fique claro =)). Sou feliz, me considero super bem resolvida, tenho marido e filho que amo demais, um trabalho, amigos, vida social.. enfim, sou uma pessoa normal, sem traumas (aparentes). Ainda assim, acho interessante essa lei da palmada, porque não tem como eu dizer que vale palmada fraquinha e nao vale forte... Quem vai dosar? Que vale uma palmadinha de leve, mas não vale espancar. Quem vai dosar? Então, para evitar que crianças sejam agredidas em casa, acho que é uma lei válida, sim.
Ainda não sei se o Luquinha vai levar palmada ou não. Acho que o diálogo é sempre a melhor opção e certamente há maneiras - que não a palmada - de faze-lo entender o que pode e o que nao pode, o certo e o errado. Ao mesmo tempo, ele é mto novo ainda para eu dizer como vou agir em determinadas situações. Portanto, não vou arriscar dizer que NUNCA darei palmada. :) Mas quero ver o argumento das mães de crianças mais velhas!! :) Saber como as coisas acontecem, o que elas pensam... Um beijo grande!

http://www.lulueeu.blogspot.com

Dani Rabelo disse...

Aline, eu dou uns tapinhas na Laura de vez em quando...

Não consigo entender a educação somente com conversa e com castigo, e, para algumas atitudes mais preocupantes e desrespeitosas, eu dou um tapinha na mão, sim.

Beijos!

Camila Carvalho disse...

aaai, é muuuito polêmico isso!
mas não vou mentir que de vez em quando dá vontade de dar umas palmadas...Mas não o faço...
Não sei como vai ser mais pra frente..
Mas sou da seguinte opinião, já levei algumas palmadas na vida..e acho que se for preciso cabe a nós, pais, decidirmos isso!né não?
bjão
perolasdealanis.blogspot.com

Andreia Cristina disse...

Ai Aline, polêmico é pouco!

Eu não sei ainda como vai ser, mas também estaria mentindo se dissesse que discordo totalmente da palmada.

Tenho um amigo, já de idade que diz, que o que não se deve fazer é a palmada quando se estar com raiva. Porque fazendo isso você não está disciplinando e sim descontando a raiva.

Não vou dizer que nunca vou dar uma palmada porque mãe paga língua. Vamos esperar pra ver.

Beijo!

Meriene Zamprogno disse...

Eu não discordo da palmada quando utilizada em casos muito extremos, a conversa pra mim sempre é a primeira opção, mas e se a criança não ouvir e fazer do mesmo jeito e ainda te desrespeitar, você vai fazer oque? Ficar quieta e tentar conversar enquanto a criança se nega a ouvir e ainda faz hora com a sua cara? Sei não...é difícil, eu levei palmada, as vezes a toa e não gostei, mas as que levei com razão me fizeram nunca mais repetir o erro e eu entendi, mas vai que eu nao faço nada disso com o liam, é complicado dizer, por que ele pode ser o tipo de criança que nem vai precisar disso...

Luiza Navarro disse...

Ja dei palmada na Rafa pq ela me bateu e falar firme nao resolveu, a palmada sim!
Mas palmada nao è surra!
asunto polèmico mesmo.

Diário da mãe e da filha disse...

É polêmico sim, seria hipocrita de dizer que nunca bati na ingrid, nunca espanquei, mas já dei uns tapinhas sim. Mas não concordo, acho errado a educação a base de palmadas

Beijos

A equipe da Babycub disse...

Acredito que a pessoa deve estar preparada o suficiente para exercer a função de pai ou de mãe. Todos sabemos o quanto isso requer paciência e dedicação, paciência principalmente!

Estude todas as possibilidades de entender seus filhos, pesquise, procure! Existem milhões de tentativas diferentes de palmadas. Mais tarde as palmadas trarão rancor.

Ensine seu filho a lhe respeitar, converse com ele!

gatinha22k disse...

Simi acho que e muitoboa uma palmada as vezes e agradeço minha mãe opor isso obrigada mãe por isso....

gatinha22k disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.