12

Relato de Parto do Meu Blog (Blogagem Coletiva)




O Mãe Para Toda Vida é um blog recém nascido, não tem nem um mês. Quando comecei desconfiar que estivesse grávida e todos os exames davam negativo, eu comecei pesquisar na internet  se poderia estar grávida, mesmo que os exames falassem ao contrario. E foi ai que meu grande amigo o Google me direcionou para um blog materno com um relato sobre o assunto, foi meu primeiro contato com a blogosfera, li sobre o que precisava e sempre que tinha alguma dúvida lá ia eu para o Google. E fui transitando entre um blog e outro.

Foi ai que tive a idéia de fazer um blog, pra registrar a gravidez. Mas não tive coragem, não ainda, mas já seguia alguns blogs. Lia relato de parto de todos os blogs que apareciam pela frente, sobre o que levar pra maternidade, recém nascidos, pós-parto, sobre tudo absolutamente tudo, queria saber todos os detalhes da do mundo da maternidade. Depois que a Emilly nasceu, eu tive dificuldades  no início da amamentação, fui procurar nos blogs maternos, e vi que acontecia com quase todas as mamães e os relatos que eu li me deram forças para continuar, quando ela teve icterícia e teve que fazer fototerapia, as cólicas, o refluxo, tudo eu achava na blogosfera materna, a vontade de ter meu próprio blog aumentava.
 Então um dia preenchendo o livro que a Emilly ganhou onde eu registro o desenvolvimento dela, notei que não lembrava quando tinha acontecido certas coisas, como o primeiro sorriso, primeira vez que dormiu a noite toda, fui olhar no meu Facebook ver se eu tinha postado algumas coisas, mas foi um trabalho achar o que eu  tinha postado e outras coisas eu deixei passar em branco. Pensei comigo vou fazer um diário, depois dou pra ela, então lembrei porque não um blog, eu sigo alguns, adoro ler os pósts, amo escrever, e ainda vou poder mostrar para minha filha tudo que aconteceu com ela, o tanto que a amamos, todas as alegrias que ela nos deu, e com ela mudou nossas vidas. E ainda poderia ajudar outras mães, assim como eu tinha sido ajudada. Seria o presente perfeito para minha princesa, e eu ainda ia me divertir, sem falar que minha família que mora longe poderia acompanhar todo o desenvolvimento dela.
 E foi assim que criei esse blog para a Emilly, e nem imaginava que fosse conhecer pessoas tão especiais por aqui, que iria fazer amizade, que tantas pessoas leriam o que escrevo, e todos esses elogios que ando recebendo. Estou amando, o MPTV se tornou um segundo filho, e as amizades que fiz por aqui não tem preço. Me tornei uma blogueira. E estou feliz com o resultado.
E essa blogagem coletiva que o mamatraca promoveu, me deu a chance de compartilhar isso com vocês.
Beijos.

Comentários
12 Comentários

12 comentários:

Juliana disse...

Que bom Aline, que compartilha suas histórias com a gente!! Você vai longe, beijo, Juliana

Aline Patrícia disse...

Obrigada Ju (olha o grau da intimidade rsrs)...
Beijo!

Josiane Caetano disse...

Blog é uma das melhores coisas que já inventaram, com certeza!Bj

Aline Patrícia disse...

Eu também acho. Queria ter feito antes!
Bjo!

Andrea Fregnani disse...

Adorei a estória do seu blog, e que ele exista por muitos e muitos anos, bjs

Aline Patrícia disse...

Se depender de mim existirá sim...
Obrigada! Bjos...

Futura mãmã disse...

E ainda bem que voce aderiu...pois gostei muito do seu relato e de descubrir como nasceu este seu filho blog =)
bj

Aline disse...

Oi querida!

Esse mundo de poder registrar pequenos e importantissimos detalhes não tem preço!

Somos mães de certa forma privilégiada em existir na era tecnológica..

Tenho certeza que nossos filhos vão amar esses registros de sua infância..quiserá nós ter um diário virtual da nossa infância não é mesmo?!

Adorei o post,e saber como nasceu esse teu filho virtual ;D

Fiquem com deus..beijos nessas bochechas gotosa da Emilly..

Adoro o nome dela :)

Aline Patrícia disse...

Filho Blog, gostei! Rsrs...
Bjos!!!

Aline Patrícia disse...

Aline, uma prima minha perguntou porque eu fiz um blog, foi exatamente isso que respondi pra ela 'Ela vai amar esses registros de sua infância..quiserá nós ter um diário virtual da nossa infância, mal tenho fotos...'
O nome foi o papai dela que escolheu, confesso que queria Sophia, mas hoje acho Emilly a cara dela...
Obrigada pelo carinho.
Bjos no Yohann também...

Mamatraca disse...

Ficamos muito felizes de saber que as pessoas se animaram a contar como tudo nasceu! Obrigada por participar da blogagem coletiva e participe mais vezes do Mamatraca!
Beijos
www.mamatraca.com.br

Aline Patrícia disse...

Adorei fazer esse relato, e com certeza participarei,já fiz até meu cadastro, Beijos!!