36

Comparações



Vocês já perceberam  que muitas mães usam os filhos para competir com outras mães? Tenho observado isso o tempo todo, e não é só na blogosfera materna não, mas sim aqui no mundo real. Parece algo natural entre as mamães, mas não é bacana.  Muitas mães caem nessa armadilha: ficam preocupadas com o filho a partir dessas conversas. E outras nem precisam disso: fazem, elas mesmas, comparações dos filhos com outras crianças.  E acabam concluindo erroneamente que seu filho está atrasado e não está se desenvolvendo bem!
Quando não acontecem comparações feitas pelas mães entre seus próprios filhos, as avós comparando os netos e por ai vai. Sabemos que é inevitável algumas comparações, é normal, mas a competição não, ela não é nada saudável. As pessoas parecem esquecer que as crianças são educadas de forma diferente, têm um ritmo próprio no desenvolvimento, vivem em famílias diferentes, ninguém é igual, cada um tem seu tempo. Pressionar os pequenos pode prejudicar o desenvolvimento deles. Comparações não são legais!
Eu sendo mãe odeio essas comparações, a minha filha é muito esperta, e o desenvolvimento dela sempre me surpreende, acho algumas coisas até precoce, mas ela ao contrario de muitas crianças da idade dela ela não dorme a noite toda, não pega mamadeira, mas não a comparo com as outras crianças, embora adoraria ela dormindo a noite inteira, ela tem seu próprio ritmo, sabendo respeitar isso e fazendo minha parte, na hora dela, ela vai sim dormir a noite toda, vai parar de mamar varias vezes de madrugada e vamos ser felizes para sempre. Acho que exagerei rsrs.
E não é só as mães que ficam competindo qual filho é melhor não, as avós também, acho que muito mais que as próprias mães. Lembrei de uma conversa da minha sogra com uma conhecida, a avó adora exibir a neta exageradamente hehe, mais tudo que ela contava da Emilly a amiga dizia que o neto da mesma idade fazia o dobro. Fiquei boba com a conversa, e claro que mesmo minha sogra exibindo a neta ao extremo a outra saiu ganhando, o neto dela é o melhor. Duas exageradas kkk, mas é claro que cada uma das duas tem o neto mais esperto, mais inteligente, mais desenvolvido, mais perfeito que a outra. E tem muita mãe assim, toda mãe sempre vai achar que tem o melhor filho do mundo. Eu tenho!! E sei que você também tem! Só temos que respeitar a individualidade dos nossos filhos. Afinal seu filho é único, nem melhor nem pior, apenas único!
E você respeita as diferenças do seu filho? Dê sua opinião!
Beijos nossos!
Comentários
36 Comentários

36 comentários:

Luisa Tiedt disse...

É a história do, "eu sou diferente de você, você é diferente de mim", cada criança com seu jeito, cada pequeno com suas habilidades, seus dons e tudo mais, não tem para que a comparação, claro que toda mãe gosta de falar, "sabe da nova do meu pequeno..." , mas comparar com outras crianças, não não... A Isa leu com 04 aninhos e o padrasto da Isa queria obrigar o irmão dela a ler com a mesma idade, acho absurdo, nem irmãos devem ser comparados.


Beijos

Juliana Reis disse...

Menina, tava pensando nisso esses dias e também pensei em escrever sobre o assunto!! Me incomoda bastante essas comparações e competições... e infelizmente isso é bem comum entre as mães. Nunca gostei de ficar falando, muito menos que fizessem comparação com Dudu... cada bebê tem seu tempo e se desenvolve de forma diferente, já falei sobre isso lá no blog também!
No caso dele o desenvolvimento é muito mais cognitivo (fala, aprendizado..) do que motor, demorou pra engatinhar e andar para o tempo tradicional, em nenhum momento fiquei desesperada, respeitei o tempo dele! Também acho ele desenvolvido em muitas áreas, me surpreendo, mas não fico comparando ou falando que ele é melhor... o bebê é um ser humano que tem talentos e qualidades em algumas áreas e menos habilidade em outras, isso é normal e deve ser respeitado!!
Acho chato exibir o filho como um troféu e esquecer que ele é uma pessoa que vai crescer e precisa de equilíbrio para não crescer achando que é melhor que os outros... e isso começa com a educação!!
Desculpa o livro... rs... é que esse tema me instiga.
Parabéns pelo post!
Beijos

Maria Thais de Castro disse...

Pior que é verdade aline, concordo com vc!

Beijaoo =D

Mayara Martins disse...

oi amig retribuindo a visitinha e comentando seu blog e muito lindo parabens

Diário de Beleza disse...

Também acho horrível essas comparações, meu filho está se desenvolcendo da maneira que ele precisa e não como tem que ser, mas graças a Deus ele já dorme a noite inteira, mas foram muitas noites em claro antes dessa fase, mas uma hora ela chega lá amiga!!!
Beijosss
Pri
http://diariodebelezapri.blogspot.com.br/

Diário da mãe e da filha disse...

Amiga, também acho terrível essas mães que usam os próprios filhos para ficar competindo! Eu detesto esse tipo de coisa.
Comparações não é bom para as crianças, concordo com você
É isso aí temos que respeitar o ritmo de nossos pequenos, cada criança é diferente uma da outra

Beijos!

Regiane Fernandes disse...

Oiie flor!!! Li ali o "sobre a mamãe" ain que lindo o que voce escreveu, rs... Já segui tá linda? Beiijos

www.regianefernandes.com

Josiane Caetano disse...

Ás vezes, a comparação é sem querer mesmo, como se fosse só para constatar se está tudo "normal". Mas, quando é contínua, as comparações realmente são bem irritantes- especialmente se só um dos lados fala...

Elaine Correa disse...

Isso é inevitável para algumas maes!eu respondo e espero a resposta exagerada delas!é incrivel as respostas!ouvi esse dias uma vovo "eles já falam vovó?o meu netinho dessa idade já falava de tudo"(kkkkk so pode um bb de 8 meses conversando de tudo)Sei lá.Meu marido tmbm viaja nas comparaçoes,ja ouviu o yan falando "gostoso" kkkkkkkkk!
bj* menina!

Blog da Marcy disse...

É assim mesmo kkkkkkkkk... Cada uma acha que seu filho é o melhor!!
Super seguindo: marcileneleao.blogspot.com

Pry mamãe da Naty disse...

Hehehe... Sabe Aline, eu e mais sete amigas minhas estavamos gravidas juntas. Imagina só... Era uma competição desde antes de termos nossos bebês. "Qual era o bebê com mais peso..." "Qual o maior?" "Qual vai nascer primeiro?" Etc... Agora que todos já nasceram a comparação aumentou ... Qual o mais gordinho? Qual vai ter dentinho primeiro? Qual vai caminhar primeiro? Credo, eu já nem ligo, mas no começo me incomodava um pouco. Não eram só as mães, mas todas as outras pessoas que nos cercam. Deixei de escutar essas besteiras e passei a curtir mais o desenvolvimento da minha filha. Que por sinal é muito prazeroso. bjnhu Adorei seu post.

Susana disse...

Tens toda a razão Aline, às vezes até me irrita o fazerem comparações ou dizerem que o Gaspar está atrasado no desenvolvimento só porque aos quase 10 meses ainda não rompeu dentinho nenhum e que está com carência de cálcio !!! Fico danada da vida, mas aprendi a não dar muito valor a isso, porque senão fico louca e chateada com as pessoas...
Beijo grande ;o)

Andrea Fregnani disse...

Bom dia, Aline!
Então, acho que comparar chega a ser até saudável, pois temos condições de verificar se está tudo bem com o desenvolvimento dos nossos filhos, a ciência e tudo mais chega à conclusões através de comparações. O que acontece e que o ruim é a competição como você falou, e também a falta de respeito com a gama de diferentes combinações do desenvolvimento humano que torna nossos filhos e todo mundo seres únicos. Falta equilíbrio na hora de comparar, podemos até tirar proveito de comparações, estimular coisas que nossos filhos não tem e que vemos como características boas, e também pode ajudar-nos a "enxergar" melhor nossos filhos. Comparar sim, colocar filho em competição com outros é que não pode mesmo,
bjs

Só distração disse...

Amiga vou te dizer mais, até quem tem mais leite no tempo que eu amamentava eu já vi comparações. Não bastava ver o tamanho do meu filho!! Ninguém merece!!!! Cris

Adriana Ranzi Curioni disse...

Oi Aline! mto bom esse texto! Isso é natural de cada mãe, acho que por mais que a gente tente, quando vemos estamos lá falando que nosso filho também faz isso e aquilo ou já fez, mas eu concordo que é muito desagradável qualquer tipo de comparação, porque cada um é cada um, ainda mais quando se trata de desenvolvimento, se uma criança que já entende bem pode travar aí escutando essas conversas..... Estou te seguindo!
http://minhamaricotamaricotinha.blogspot.com.br/

Cibele Moreira Machado disse...

Oi linda,
Concordo com vc, não podemos comparar as crianças, cada uma é cada uma, cada uma tem seu tempo. Eu por exemplo tenho 4 filhos em faixa etária totalmente diferentes e nunca fiquei tentando comparar o desenvolvimento deles. Minha 1ª filha começou a balbuciar algumas palavrinhas do 8º para o 9º mês, ai meu 2º filho é menino e nasceu prematuro, então não dá pra comparar, ele fez tudo depois. depois de 8 anos tive a minha3ª filha, ela começou a andar com 9 meses, porém não falava quase nada apenas, mama e papa, mas quando entrou na escola com 2 anos em menos de 6 meses já falava tudo e meu 4º filho, um menino de 2 anos, essa semana me surpreendeu e do nada começou a contar e foi até 10, sozinho. Ele ainda não esta na escola e até pouco tempo não falava quaase nada, as pessoas dá minha família falavam que eu tinha que levar esse menino ao médico,pra vê se não era mudo. Só que ele falava algumas coisas em casa mas na rua não falava nada, notei que ele é muito envergonhado, tímido.
Então não podemos comparar as crianças, cada uma tem o seu tempo e existem vários fatores que diminuem ou aceleram o desenvolvimento de uma criança.
Chaga viu, senão fico aqui falando sobre os cotovelos, apesar de ter um blog que aborda o mundo da moda e beleza, adoro seguir blog de mamães, pois sou uma mamãe GLAM e muito coruja. Estou curtindo tudo por aqui e já virei seguidora.
Bjos

http://sempreglamm.blogspot.com.br/

Cibele Moreira Machado disse...

Passa lá no meu cantinho vou amar sua visitinha. Bjo

http://sempreglamm.blogspot.com.br/

Minha Filha Minha Vida disse...

legal seu post ... sim sim acho que o mundo todo virou uma competição e até postei algo deste tipo tb pq chega uma hora que agente começa a não se achar normal ....

ps.: cada pequenino é bom em determinadas coisas e em outras não (e será assim para sempre né)

beijos

Aline Patrícia disse...

Luisa, toda mãe gosta de contar as proezas dos filhoe, e aqui não é diferente, eu também adoro... O que não faz bem é usar os pequenos pra competir, não é bom pra eles, imagina obrigar ele a escrever só pq a Isa já escrevia...
Mas exibir e corujar os filhos é super normal!!!!!
Beijos!!

Aline Patrícia disse...

Juliana fique a vontade para escrever sobre o assunto! E eu adorei o comentário. Cada pessoa ´unica, se desde de bebê viver uma competição louca dessa dificilmente vai ser feliz quando for adulto!
Obrigada pelo comentário acrescentou muito ao post!!
Beijos!!

Aline Patrícia disse...

Obrigada Maria Thais!!
Beijos!!

Aline Patrícia disse...

Obrigada Mayara!!
Beijos!!

Aline Patrícia disse...

Estou rezando para essa hora chegar!! Ela tem uma energia sem fim!!
Beijos!!!

Aline Patrícia disse...

Isso ai amiga!!!
Falou tudo!!
Beijos!!

Aline Patrícia disse...

Obrigada querida!!
Beijos!!

Aline Patrícia disse...

Comparações sempre vão existir, coisas de mãe! A competição que não é normal!!

Aline Patrícia disse...

Elaine ele pode ter falado gostoso sim, a Emilly começou essas palavras assim aos 8 meses. Dá um credito pro papai rsrs...
Beijos!!

Aline Patrícia disse...

Obrigada Marcy!!
Beijos!!

Aline Patrícia disse...

Eu também tenho uma amiga que teve bebê logo depois de mim, nós até comparamos, mas sem nenhuma competição. Bem saudável!!Você está certíssima!!
Obrigada!
Beijos!!

Aline Patrícia disse...

Não ligue mesmo é o melhor que você faz!!
O melhor pra vc e para ele!!
Beijos!!

Aline Patrícia disse...

Concordo com cada palavra sua Andrea! Falta equilíbrio sim!! Obrigada pelo comentário!
Beijos!

Aline Patrícia disse...

rsrs acontece muito Cris!

Aline Patrícia disse...

Obrigada Adriana!
Cada um é único, essas competições soam como cobranças aos pequenos!!
Beijos!!

Aline Patrícia disse...

Então irmãos e cada um no seu ritmo, muito legal seu comentário, ilustrou bem o que eu estou falando!
Muito Obrigada!!
Beijos!!

Aline Patrícia disse...

Claro que sim!!
Bjos!!

Aline Patrícia disse...

Obrigada Querida!!
Vc podia me enviar o link adoraria ler!!
E concordo com vc!!
Beijos!