16

Uma família meio torta, mas completamente feliz!!

Titia Lhara, titio Rafa e a mamãe é a que está abaixada; Vovó Divina e Vovô Jairo;
A família completa na terceira foto;
Mamãe tio Rafa e tia Lhara;
e na ultima titia, seus avós e a mamãe.


Oi meu amorzinho, mamãe quer te contar como você tem sorte de ter uma família linda que te ama, nem todas as crianças desse mundo tem a mesma sorte que você. Tem crianças que não tem pai, tem criança que não tem mãe, tem criança que não tem nem mãe e nem pai! E você princesa tem uma mãe e um pai que te amam mais que tudo nessa vida, que fariam tudo por você e que jamais te abandonariam.

Mas a mamãe quer te contar a historia de uma família que se formou de uma forma diferente, mas que deu muito certo, a família da mamãe. Uma família pouco convencional, mas que foi muito feliz. E que hoje também faz parte da sua família. É uma historia longa, com momentos muito tristes, mas com momentos felizes também, você precisa saber nossa historia e conhecer suas raízes. Quer ouvir?
Essa historia começa quando a mamãe nasceu, sua avó tinha apenas 16 anos, ela não era casada, engravidou do namorado mais velho que ela que não deu quase que nenhuma assistência, apesar de ter condições para ajudar, dois anos depois sua avó tem mais uma filha a tia Lhara, mas o nosso "pai" se mostra um péssimo pai e um marido pior ainda, bate na vovó ainda gravida e ainda engravida outra mulher, então a vovó se separa e leva as duas filhas embora. Nem registrada no nome deles nós fomos, ele nunca teve carinho e amor em nós duas, nunca cuidou da gente, como seu pai faz com você, na realidade ele nem queria ter filhos. E tantos anos depois nunca demostrou nenhum arrependimento, não entendo como existem pessoas assim.
Sua avó foi corajosa, mas também muito ingênua, corajosa por criar duas filhas sozinhas e ingênua por abrir mão de todos nossos direitos e enfrentar todas as dificuldades que enfrentou sozinha. Mas o que esperar de uma criança foi mãe muito nova com a responsabilidade de criar duas crianças sozinha, e sem ninguém para orienta-la sobre essas coisas e nem ajudá-la ?  Mas ela teve sorte de encontrar um homem bom, se casar e ele ainda assumir suas filhas como filhas dele, inclusive no papel. Mas esse homem também tinha filhos, filhos que não tinham mais uma mãe (ele era viúvo sua falecida esposa não quis mais viver e escolheu um caminho terrível, uma historia muito triste princesa, que não pretendo te contar tão cedo, você não compreenderia, assim como eu nunca vou compreender, e não quero jamais julgar e não consigo imaginar como deve ser triste não ter  uma mãe, hoje imagino o que seus tios passaram) e esse homem é o seu avô Jairo, que entrou nas nossa vidas como um anjo e trouxe com ele um titio muito sapeca para você. Ele tinha dois filhos, mas a Tatiane ficou com a avó materna, talvez pelo fato de ser menina, ser mais velha e a avó a ter convencido de ficar, mas seu tio Rafa veio morar com a gente, ele tinha 5 anos, eu 3 e a Lhara 1ano e pouco.
E foi assim que minha família se formou, da junção de duas famílias mal sucedidas, mas que se completaram, cinco pessoas muito diferentes, com historias diferentes, mas que se amavam. Nós ganhamos um pai e seu tio ganhou uma mãe. E para muitas pessoas parecíamos uma família normal, e para nós, nós eramos uma família normal, pouquíssimas pessoas sabiam que não eramos filhas do nosso pai. E ele não aceitava ninguém falar isso, era nosso pai e ponto. Teve uma época que eles achavam que eu não sabia, mas eu sempre soube, claro que quando foram fazer a grande revelação eu fingi não saber de nada, não queria magoá-los, apesar de ser criança eu era muito esperta e inteligente, e por incrível que pareça eu tenho lembranças de quando tinha dois anos, tem quem duvide mas lembro de coisas que nem sua avó lembrava mais, talvez eu não seja normal mesmo sempre tive certeza de ser diferente mas eu me lembro de coisas que não deveria lembrar, tenho memoria boa para coisas antigas. 
E foi assim que crescemos juntos, fomos educados de forma igual, sem diferenças, construímos uma família de verdade, brigamos e brincamos como irmãos, foi uma família que nasceu de verdade do coração. Tínhamos pai e mãe que se amavam e principalmente que nos amavam. Verdade que eles eram LINHA DURA, seu avó era o pai mais bravo que já vi, e não aliviava por seu tio ser homem não, fomos criados a moda antiga, só com um olhar já abaixávamos a cabeça, buscávamos o cinto pra apanhar, era um misto de respeito e medo. Tivemos uma educação muito severa, parece ter funcionado, mas não se preocupe vou ser mais flexível com você rsrs...
Seu vovô Jairo!! Sinto tanta falta!!


Em  2002 mais um capitulo de tristeza foi escrito em nossas vidas, seu avó era caminhoneiro e sofreu um acidente muito feio e infelizmente nos deixou, deixou nossa família, na qual ele era o principal alicerce, ficamos sem chão e demoramos nos levantar dessa rasteira que a vida nos deu. Ele faz tanta falta filha, não só para nós, mas para muitas pessoas, ele é lembrado até hoje pelos amigos que ele tanto amava, ele ajudava tanto as pessoas que se esquecia dele, era uma pessoa muito querida e ainda é. Ele que amava crianças não teve o prazer de conhecer os netos, imagino como seria babão filha. Lembro que morríamos de ciúmes dele com nossos primos menores, todos o amavam. Era  divertidíssimo, cheio de amigos uma pessoa muito boa. Ele partiu muito cedo aos 44 anos, de forma trágica e muito triste. Mas não se preocupe, você vai conhecê-lo, tenho tantas historias dele pra te contar, você vai ter muito orgulho, ele era uma pessoa rara, dessas que fazem falta no mundo. Um homem bom, honesto, caridoso e trabalhador. Bem o tipo que morre cedo. Mamãe chorou muito ao escrever esse texto, mas está feliz em saber que mesmo se ela não puder te contar, um dia você vai ler. Isso é a parte boa do blog.
Tive sorte de ter tido pais maravilhosos, e uma família da qual me orgulho muito, mesmo que o mundo tenha dado tantas voltas para que ela pudesse se formar. Espero que um dia você compreenda e se orgulhe tanto da minha  família quanto eu. Uma família meio torta mas completamente feliz! Incomum mas que deu certo, deu certo porque a base dela era o respeito e o amor.
Te amo demais filha, e com sua chegada eu e seu pai construímos uma família também!! Uma família que é minha vida, que espero jamais perder.

Comentários
16 Comentários

16 comentários:

Anne kelly disse...

Que lindoooo, chorei amiga, o mais importante é que vcs foram muito felizes e são até hoje, a Emily vai se orgulhar dessa história da sua família, bjus...

Aline Patrícia disse...

Eu tb chorei escrevendo!!!
Me emocionei muito!
Obrigada querida!!
Bjos!!

Andrea disse...

Torta também é uma delícia!.... rs. Bjokas. Andrea e Lara. http://coisas-da-lara.blogspot.com.br/

Débie Mottin Molinari disse...

Família torta ou nao é uma delicia! Lindo post querida!!!
Beijaooo

Mamã babada disse...

Que linda a história, a Emilly tem uma sorte muito grande de ter nascido em uma familia tão especial e linda!

Jinhos na mamãe e na princesa :)

Samia ✿ disse...

Oi flor, que linda história, lindas palavras para descrever todo a trajetória de sua familia. Adorei ler e conhecer um poquinho de vc! Tens um talento gracioso para escrever, sabia? ;)

beijos e uma abençoada semaninha pra vcs!
Blog A Mais Doce Espera

Julia Costa disse...

Aline, que bom que escreveu essa história para contar à sua filha! Nossa, e que história! Tem vezes que a gente não entende porque as coisas acontecem do jeito que acontecem. Mas aí o tempo passa, você olha de novo e tudo parece fazer sentido!

Sua filha vai se orgulhar muito da "família torta" dela! =) Um beijo!!!

Aline Patrícia disse...

Só tenho a agradecer!!

Aline Patrícia disse...

Obrigada Débie!!!
Bjos!!

Aline Patrícia disse...

Obrigada Talita!!
Bjos!!

Aline Patrícia disse...

Obrigada Samia, Não sabia desse talento gracioso não rsrs, mas fico muito feliz com suas palavras, adorei o elogio!!
Bjos!!

Aline Patrícia disse...

Parece novela né?? Mas é a minha historia, e tem muitos detalhes que eu nem falei...
Obrigada!!
Beijos!

Viviane Dias disse...

Aline Patrícia que lindo! E triste chorei lendo isso eu conheço a história de vida de vocês pq somos primas mas lendo isso veio em minha memória muitas lembranças do tio Jairo deu saudades demais mais a história e emocionante e parece novela, só que uma novela real ne!! A Emilly tem muita sorte de ter uma mãe como e vice-versa beijos Aline saudades de vcs.




Aline Patrícia que lindo! E triste chorei lendo isso eu conheço a história de vida de vocês pq somos primas mas lendo isso veio em minha memória muitas lembranças do tio Jairo deu saudades demais mais a história e emocionante e parece novela, só que uma novela real ne!! A Emilly tem muita sorte de ter uma mãe como e vice-versa beijos Aline saudades de vcs.





Aline Patrícia que lindo! E triste chorei lendo isso eu conheço a história de vida de vocês pq somos primas mas lendo isso veio em minha memória muitas lembranças do tio Jairo deu saudades demais mais a história e emocionante e parece novela, só que uma novela real ne!! A Emilly tem muita sorte de ter uma mãe como e vice-versa beijos Aline saudades de vcs.




Aline Patrícia que lindo! E triste chorei lendo isso eu conheço a história de vida de vocês pq somos primas mas lendo isso veio em minha memória muitas lembranças do tio Jairo deu saudades demais mais a história e emocionante e parece novela, só que uma novela real ne!! A Emilly tem muita sorte de ter uma mãe como e vice-versa beijos Aline saudades de vcs.




Aline Patrícia que lindo! E triste chorei lendo isso eu conheço a história de vida de vocês pq somos primas mas lendo isso veio em minha memória muitas lembranças do tio Jairo deu saudades demais mais a história e emocionante e parece novela, só que uma novela real ne!! A Emilly tem muita sorte de ter uma mãe como você e vice-versa beijos Aline saudades de vcs.

Aline Patrícia disse...

Sempre achei que daria uma novela ou um livro!!
Mas como eu disse pra Danila, tem capitulos faltando aqui, mas como não sei quem lê esse blog achei melhor nem postar! São feridas que já fecharam. Mas muitos sabem que tem muita gente que nunca nos aceitou!!
Beijos prima, você também passou por muitas coisas, sabe o que senti escrevendo esse texto!! E daqui poucos dias estarei ai, tb estou morrendo de saudades!!

Aline disse...

Puxa amiga,linda e triste sua história,agora compreendi não tinha visto esse texto antes..mas Deus sabe de todas as coisas!

Beijos e fique bem :)

Aline Patrícia disse...

E Aline uma historia bem complicada né?
Acho mesmo que Deus sabe o que faz!!
Beijos!!