18

Revoltada!

 Espero que a noite de ontem não se repita nunca! Vou contar como tudo aconteceu.
 A Emilly tem refluxo, já falei sobre isso aqui muitas vezes, e ontem estava pior, vomitava o tempo todo, nada parava na barriguinha dela, e ela muito chorosinha, por fim começou a vomitar um liquido parecido com água, chorava pra mamar e jogava todo o leite pra fora, e como não segurava a medicação resolvemos levar ela na emergência do SUS. Hospital particular aqui em Goiatuba não tem plantonista. E pediatra então nem a custa de reza brava.
 O médico que nos atendeu não era pediatra, acho que deve ter no máximo minha idade, mas o achamos muito atencioso e nos atendeu sem pressa e com muita simpatia, a examinou, eu disse que ela estava vomitando a medicação para o refluxo, e que tinha tentado dar o plamet pra cortar o vomito, mas também não parava no estômago, ele optou por fazer o plamet injetável, e me orientou a falar com o pediatra se não seria o caso de dar uma formula especial para bebês com refluxo. A enfermeira preparou a medicação e aplicou com uma agulha enorme juro que achei que atravessaria o bumbum dela. Voltamos pra casa achando que tudo daria certo! Doce ilusão!
 Chegamos em casa com ela dormindo, acordou assim que a coloquei no berço, e começou um choro sem fim, nada absolutamente nada a fazia parar de chorar, nem peito ela aceitava, e que choro meu Deus, enchia os olhos de lagrimas, olhava tudo e estranhava, as paredes, a cortina, a luz, como se estivesse vendo coisas que nós não víamos, tendo alucinações e a mamãe e o papai aqui já tínhamos gastado todo nosso repertorio, o que fazer pra ela acalmar? Vamos ter que voltar pro hospital, ideia minha. De jeito nenhum só um pediatra que olha ela agora, meu marido falando. Então depois de três horas de choro interrupto, exatamente 01:00 da manhã meu marido resolveu tomar banho com ela, e foi assim que ela acalmou com um banho quente. 
 A única explicação que achamos foi que a enfermeira aplicou a medicação errada, e meu marido voltou no hospital, afinal não é normal um bebê ter alucinação com um simples remédio para vomito, mas não chamaram o medico de forma nenhuma,  e a enfermeira que fez a medicação desapareceu do mapa. Nada de falar com o meu esposo, não quis se responsabilizar por nada, a sorte foi que nada mais grave aconteceu.
 E depois que a pequena dormiu, já de madrugada, a mamãe aqui ficou acordada a noite toda vigiando se ela estava respirando. Mas graças a Deus hoje acordou bem, com aquele sorriso lindo no rosto. Mas agora me diga, dá pra confiar em profissionais como essa enfermeira? Incapaz de assumir um erro? Que se esconde quando surge um problema? Estamos falando de profissionais que  lidam com vidas! E me respondam mais uma coisa onde levar uma criança em uma situação dessa, aqui infelizmente não temos opção, nem na saúde publica nem na particular. Dá uma revolta na gente! O que fazer? Só queríamos uma resposta, sobre o que aconteceu!
Comentários
18 Comentários

18 comentários:

Aline disse...

Meu Deus menina,doeu até me mim lendo o que vc descreveu!

E que baita perigo,infelizmente temos q sempre confiar desonfiando,pois é cada vez mais frequente esses erros em hospitais..até mesmo em postinho de saúde,com uma simples vacina..

Sempre q meu filho adoece eu fico muito mau,pelo fato da doença em si,e por estar a mercê desses maus profissionais,nunca sabemos se eles estão certos.

E criança é uma função,meu filho é campeão de ficar doente.

Sobre refluxo não entendo muito,só o que leio na net de mães q tem filhos,vale a pena conversar com o pediatra dela..a sugestão desse médico q te atendeu me parece sensata.

Boa noite pra vcs e fiquem com Deus!

P.s:te respondi lá no meu último post..bjss

Aline Patrícia disse...

Aline, difícil confiar né? Tanta coisa que agente fica sabendo, e quando acontece com agente então!
Eu chorei junto com ela! Vida de mãe não é fácil!
Ainda bem que não foi nada mais grave!
Li o comentário lá, ainda bem que a Emilly falou mamãe primeiro, rsrs, ou eu ficaria enciumada rsrs!!
Bjos!

Elaine Correa disse...

Eu compartilho da sua dor de nao ter suporte medico dequalidade.Aq onde moro é horrivel tmbm.Moro a 59 km de Brasilia q tmbm é um caos e dificilmente oferece atendimento medico de qualidade.É de uma revolta sem tamanho o q fizeram com tua filha >=(
Em quem confiar nessas horas ne!a gente fica com o desconfiança de entregar nossos filhos aos cuidados de gente louca assim com tanto caso de erro q se ouve falar.

cintia disse...

Aline sei bem do que esta falando, já vi meu filho vomitar por dias sem parar, vi ele ficar magrinho de virar os olhos, é a coisa mais horrivel como mãe...e amiga estamos na mão de Deus, só ele mesmo para nos livrar, não é fácil calculo o apuro que vocês passaram, ainda bem que Mimi já melhorou, beijinhos para vocês,tá?

Aline Patrícia disse...

É uma vergonha Elaine! Saúde é o básico do básico!
Errar é humano, mas no minimo ela teria que assumir o erro, fingir que nada aconteceu é um absurdo! Mas ainda bem que dos males o menor!
Deus que olha!

Aline Patrícia disse...

Cintia, que triste isso! Qual dos meninos?
Passamos apurados mesmo, e o medo de acontecer o pior! Melhor nem pensar! Agora ela está ótima!
Bjos em toda família!

cintia disse...

Foi o,Arthur...bjs

cintia disse...

Ah adorei a foto...rs

Isabela Kanupp (Kira!) disse...

Que absurdo né!? A gente aqui só usa o SUS, temos sim do que reclamar mas nunca aconteceu nada do tipo. Vale a pena você ver se não pode ter sido uma reação adversa do próprio remédio, é raro mas acontece! Outro ponto é, fazer uma denúncia, se você tem uma receita com o nome do médico ou da enfermeira ajuda bastante!

Beijos

www.parabeatriz.com

Diário da mãe e da filha disse...

Ai amiga, que susto! To com coração na mão.
Que isso nunca mais aconteça.

Que dá uma revolta enorme, ah isso dá!

Gostei da sua foto do perfil e do novo layout do blog falando nisso rs

Beijos

Lilica disse...

Meu Deus, que perigo!! Fiquei pasma e indignada!!

Mas graças a Deus que o pior já passou...

Nunca mais deixe essa louca encostar na sua pequena...

Obrigada pelo carinho no meu blog... Pois é. Tô aprendendo a brigar pelo que preciso...

Sabia que eu não tô chorona quanto eu achei que ia ficar?? rsrsrs

Beijos, querida... Bom FDS!! Beijo na princesa!

Aline Patrícia disse...

Obrigada Cintia!
Bjos!

Andy Santana disse...

Nossa eh revoltante mesmo,
um absurod isso.
beijos

Aline Patrícia disse...

Kira esse é o problema, ficamos sem nenhuma orientação, no hospital não quiseram chamar o medico para esclarecer o que estava acontecendo,descobrir o que ela tinha, um caso de omissão se algo pior acontece? Ninguém a deu as caras! E não temos nenhum papel, que prove nada.
Obrigada pela visita, adoro seu blog!

Aline Patrícia disse...

Lilia, nem fala foi um susto!
Obrigada! Eu quase não tenho fotos com a Emilly, e eu tb achei muito fofo esse template!
Bjos!

Aline Patrícia disse...

Lilica se Deus quiser nunca vou precisar passar por isso novamente! E graças a Deus estamos bem!
Beijos! E se cuida!

Andy concordo com vc! Bjos!!!!

Viviane Dias disse...

Nossa aline que barra meu Deus quando precisar ser medicada novamente fica de olho pergunta, olha tem que ficar em cima enfelizmente tem péssimos profissionais. um beijão na minha afilhada!

Aline Patrícia disse...

Viviam o pediatra disse que o plamet causa convulsão dependendo da dosagem! Credo não gosto nem de pensar! Beijos!!! em todos vcs! A Emilly mandou um beijão pra dinda!!!rsrs