24

Parto Cesário e a Blogosfera Materna!


Eu estava querendo falar desse assunto tem tempo, porque me incomoda muito a forma como mães que tiveram seus partos por meio de uma cesária são descriminadas na blogosfera materna, não por todos mas por grande parte das blogueiras! Observem a imagem abaixo. 








Com certeza alguns de vocês já devem ter visto essa imagem em vários blogs, a primeira vez que vi me senti mal, me senti desrespeitada. Sai do blog na hora. Claro que cada um tem sua opinião e sua escolha, embora no meu caso não tenha sido simplesmente uma escolha, meu parto sim eu chamo de parto, não aceito me falarem que cesária não é parto, minha filha está ai pra provar que é foi adiantado mais de duas semanas por motivos de saúde, teria de ser uma cesariana mesmo não tinha outro jeito, já contei como foi meu parto aqui e falei um pouco no final desse post Aqui. Mas eu nunca estive segura quanto ao tipo de parto que teria, passei a gravidez inteira morrendo de medo de um parto normal, e mais medo ainda que fosse no SUS, mas também morria de medo de uma cesariana, mais de alguma forma eu teria que parir! E a opção seria a cesária, minha mãe quase morreu no parto da minha irmã que foi o mais normal possível, então eu tinha meus motivos para ter medo. 
Mas só porque eu fiz uma cesária necessária, e se não fosse necessária penso que também seria minha escolha, não quer dizer que eu seja menos mãe, ou uma mãe pior, ou que eu tenha um zíper na barriga, isso é uma ofensa e um desrespeito com as mãe que por algum motivo ou escolha tiveram que fazer cesariana. 
Não estou fazendo apologia a cesariana não, sei muito bem dos benefícios e dos motivos do parto normal ser considerado ideal, minha vontade era de ter um parto humanizado com ajuda de uma Doula, um parto natural, mas aqui não existe isso, é difícil mesmo. Li tanto sobre o assunto, e depois pesquisei sobre os tipos de parto, li vários relatos foi assim que conheci a blogosfera materna, mas tenho que viver dentro da minha realidade. E uma cesariana foi inevitável, ou alguém acha que queria ter um parto de 37 semanas e meia? Tive muito medo e insegurança, estávamos tirando ela antes da hora, mas foi para o bem de nós duas, tanto que graças a Deus estamos bem e saudáveis, a Emilly com 5 meses já senta sozinha, tenta engatinhar, fala mamã, está com 67 centímetros e 7350 kg, e muito esperta, não tenho duvidas que fizemos a coisa certa. 
Esse post na realidade é um pedido, vamos parar de julgar as pessoas, ninguém é melhor que ninguém, como a Jú disse no post dela, que recomendo que leiam, "sejam felizes com suas escolhas, mas respeitem quem pensa diferente." Ela fez um post sobre o assunto Aqui e fiquei feliz quando li, percebi que não era só eu que me incomodava com isso, o post dela me encorajou a falar sobre esse assunto que tanto me incomoda.
Então é isso, não é a forma do parto, da amamentação, se a mãe trabalha fora ou fica com os filhos 24hr , que vai determinar quem é a melhor mãe, cada mãe e cada filho são diferentes, o que é bom pra mim pode ser péssimo pra você, e temos que respeitar isso. E viva as diferenças. Tenho certeza que sou a melhor mãe que minha filha poderia ter! Respeito seu parto e sua forma de ser mãe então me respeite também! E NÃO TENHO ZIPER NA BARRIGA NÃO quem será que inventou isso? e se tivesse teria muito orgulho porque minha filha teria saído dali, da mesma forma que me orgulho da cicatriz de onde ela saiu! 
E desculpe a rabugice rsrs, quando me julgam como mãe eu viro uma leoa! Tenho certeza que toda mãe é assim! Beijos!
Comentários
24 Comentários

24 comentários:

Diário da mãe e da filha disse...

Amiga, concordo com você mesmo não sendo cesário. Devemos respeitar a todas. Também discordo de quem acha que cesária não é parto.

Concordo com você, cada mãe sabe o que é melhor para ela e seu bebê.

Apoiada

Beijos

Julia Usui disse...

APOIAAAADA!!!!

É exatamente o que eu quis dizer, eu respeito quem opta pelo parto natural e pq as que fazem cesarianas não podem ser respeitadas?

Daqui a pouco vão criar um selo pras mães adotivas que nem ziper na barriga tem, por não terem parido naturalmente? Fala sério!

A Blogosfera se diz tão aberta, tão acolhedora, mas tem coisas que realmente eu não aceito!
Afff, qdo vi esse selo realmente fiquei P da vida, com vontade de colocar a boca no trombone!

Obrigada pelo apoio querida, esse post mostra que eu não estou sozinha!

bjs

Aline Patrícia disse...

Julia obrigada a vc que me encorajou fazer esse post! Tem um blog muitooo famoso que deixei de seguir por notar que a mãe se acha a super, que as outras mães são todas "mães de merda"(como diz a Kira do Para Beatriz). Acho que o minimo que deve existir é respeito!
Bjos!!!

Andrea Fregnani disse...

Aline, tb acho horrível esse "bullying" que muitas mães sofrem por causa do tipo de parto, por causa da amamentação e tantas outras coisas, acho lamentável essas pessoas que levantam uma bandeira e o resto da humanidade está errado e ainda se sentem superiores, preciso tb escrever um post sobre isso,
bjs

Giu Bergamo disse...

Querida, fique em paz com sua cesariana. É para isso que esse tipo de parto existe, não?
Como eu costumo dizer: "Eu nasci de uma tentativa de parto natural que deu errado e virou uma cesariana bem sucedida. Agora, se você olhar bem pra mim, não vai ver o menor sinal disso. Hehehehe".

Isabela e natalia amor eterno disse...

Eu concordo

Aline disse...

Tem uma comunidade do orkut na qual eu ODIEI..lá claro tem muita informação,e lá aprendi dos prós contra de ambos os partos,ou melhor lá eles só falam dos contras da cesária,mas volta e meia aparecia uma mãe sensata pra tbm esclarecer que PN tbm não é só flores.

sabe o que eu concluí de tudo q já li e vi de absurdo como esse selo ai.

Que as mães q se acham as super mulheres pq tiveram um parto vaginal,ou ainda digo além,as que defedem com unhas e dentes PARTO HUMANIZADO estão vivendo aqui no BRASIL e com a mentalidade de uma AMERICANA,não condiz com a nossa realidade..

Parto humanizado aqui no brasil,como,quando,onde? o dia q tiver me dê noticias..claro q tem excessões...mas ai vai da realidade do povo brasileiro..e a maioria assim como eu,estamos longe infelizmente dessa realidade.

E as fulaninhas,vem querendo te fazer lavagem cerebral,q vc tem porque tem q tentar a qualquer custo? OI?! qualquer custo? eu não coloco a vida do meu filho em jogo!

Pra fazer bonito "prazamigas",certa vez eu discuti com uma doula..conheço-a pessoalmente,mas conversamos mais pelo face em meu grupo de mães e gestantes.

Assim como muitas da mafia ela vio com 4 pedras nas mãos a defender o parto humanizado..tudo bem,e assim como vc disse: respeite primeiro pra ser respeitada..não adianta ofender as mães nem tão pouco as gestantes,principalmente de primeira viagem..tudo é novo,e tudo dá medo.

O que temos q cair em cima é no SISTEMA DE SAÚDE!

Eles tem que mudar pra futuramnete nós mães,ter confiança e mudarmos nosso pensamento,pq do jeito q vai o andar da carruagem,o "menos" pior jeito de fazer um filho vir ao mundo com segurança fia é de cesária!"

prontofaleidesabafeyyyyyyyyyyyy!

Desculpe o jornal..rsrsrrs

Bom final de semana!

Anne kelly disse...

Apoiado!!!!!Concordo com tudinho q vc disse, eu tbm apoio o PN, mas sempre respeitei a opinião das outras pessoas que optavam por uma cesárea mesmo com condições de fazer o PN, o melhor parto é aquele em que a mãe se sente mais confortável para trazer seu bebê ao mundo não importa se for um ou outro, o q realmente importa é a saúde e opinião da mamãe, fiz cesárea, tbm por motivos de saúde, a recuperação nos primeiros dias foi terrível, mas de um jeito ou de outro sentiria dor, tem mulheres q se recuperam mto bem, agora depois de uma semana eu já estou bem, e garanto que minha escolha foi perfeita para mim!Bjinhus..

Cristiane disse...

Muito bom amiga fiz cesariana e problema meu do bem do meu filho!!!
E quando dizem: tem que sentir a dor pra ser saber o que é ser mãe. Me poupe, vem criar pra saber o que é ser mãe. Parabéns Aline.

Aline disse...

Obrigada pela dica de tirar aquele branco do texto..nossa agente anda tão amil q eu nunca havia prestado atenção naquele Tx,kkkkkkkkkkkk..

E sobre cesa..to contigo e não abro..detesto essas pessoas q ficam criticando quem fez cesaria..tudo bem q querem desmistificar e muitas pessoas vão por pura vaidade fazer cesária..mas não é com ofensas q vão mudar o mundo.

Nossa..isso me indigna..já bati muito de frente com muitas por ai,q fazem piada..te diram pra disinformada,escrevendo num linguajar tosco..

Que o dotô disse q o neném é grande..e blá..blá..blá..

Sinceramente..muito sem noção..e essa figura ai do ziper..sem comentários.

Aline Patrícia disse...

Andrea concordo plenamente com você! Escreve mesmo, quem sabe não conseguimos mudar esse tipo de comportamento, ou ao menos devemos tentar! Bjos!


Giu realmente não tem como notar diferenças,no fim somos todos iguais! Obrigada pelo apoio! Gostei do "Eu nasci de uma tentativa de parto natural que deu errado e virou uma cesariana bem sucedida. Bjo!


Vivian Obrigada pelo apoio prima!

Aline Patrícia disse...

Anne Kelly também acho que a mulher que deve decidir, um dos medicos que eu consultei durante a gravidez me perguntou: de quem é o parto? eu respondi:meu!!! Então é vc que decide, não sou eu, nem o governo nem organização nenhuma!! Concordo com ele!
Eu tive a sorte de ter uma recuperação maravilhosa, não senti dor alguma!!! Uma verdadeira benção!


Cris concordo com vc! E adorei o "vem criar pra saber o que é ser mãe", Bjos!!!

Aline eu tb demorei pra perceber o Tx lá rsrs! É vivendo e aprendendo!! E essa imagem ai, pelo amor de Deus nem quero saber quem inventou viu!!! Um desrespeito!

Andy Santana disse...

Muito bom o post,
adorei vc falar sobre o assunto.
beijos

Elaine Correa disse...

Ah,se nao fosse minhas tres cesareas!meu 1º filho teria morrido,minha filha teria morrido e eu tmbm, e meu gemeos teriam complicaçoes!
Agradeço a Deus por meus partos cesareas!por mais q eu tivesse curiosidade de ter tido parto normal,Deus nao permitiu e fez a medicina evoluir e salvar vidas atraves desse tipo de parto.Quem se acha melhor por ter tido parto normal,nao sbe que ja se tornou pior por querer menosprezar seus semelhantes!
Somos maes e nao importa como nossos filhos vieram a este mundo,eles estao conosco e isso é mais importante!
bj*

Isabela Kanupp (Kira!) disse...

O assunto é batido e eu não concordo COM TUDO, mas entendo sua opinião e ME SINTO COMO VOCÊ TAMBÉM.
Hoje eu entendo o porque da militancia pelo parto normal mesmo não podendo ter um por motivos de saúde, eu prefiro, eu apoio quem queira, eu incentivo as gravidinhas ao meu redor, porém eu respeito a opção de ESCOLHA, porque a mulher deve sim ESCOLHER o parto que quer, nunca ser influenciada por terceiros, mas se ela escolheu ela que arque com as consequência seja quais forem, certo?

Sim, é um preconceito ridículo com quem fez cesarea, e eu acho tão ridículo mulheres brigarem - brigar, não militar! - por coisas como essas.

Deixei de ler muitos blogs por causa disso, muitos mesmo!

Enfim!!!

Beiijos
www.parabeatriz.com

Aline Patrícia disse...

Obrigada Andy!!
Bjos!!!


Elaine, que historia heim? A cesária já salvou muitas vidas, é sem duvidas uma conquista da medicina! Em alguns casos ela é imprescindível, como vc mesma relatou!! Ainda bem que deu tudo certo com vcs!
Bjos!

Kira quando escrevi o post eu sabia que nem todos concordariam comigo, é o meu ponto de vista, cada um tem um, mas é bom saber que vc RESPEITA minha opinião.
Eu super apoio quem quer e pode fazer um parto normal, e entendo o porque de ser o melhor, o indicado, tudo isso, o que incomoda como vc mesma disse é o preconceito, o preconceito nunca é bom em nenhuma área da vida! Se querem militar pelo parto normal podem contar com meu apoio, acho muito certo, mas discriminar e desrespeitar minha escolha, no meu caso a unica opção que tive, isso eu não aceito!
E também acho brigas não resolvem, o que é preciso é o respeito, tratar as pessoas como gostaríamos de ser tratados, mais isso é tão raro hoje em dia! Mas quem sabe uma hora isso muda né?
Beijos!

sheR disse...

Apoiadaa!!!
Eu também tive um parto cesaria, e ja estava em trabalho de parto, e olha, foi melhor do que eu imaginava, com 5 dias eu ja nao sentia mais dor nenhumna...
É uma falta de respeito mesmo, até porque cada pessoa tem direito de escolha, e isso se chama livre arbitrio!!
Respeito é bom, e conserva os dentes, como diz minha mãe que fez 2 cesárias!

Kariny disse...

Oi flor, cheguei ao seu blog por acaso e não poderia deixar de comentar nesse post! Também fiz cesariana, e acho horrível a falta de respeito que muitas mães tem em relação a isso, não sou "menos mãe" por conta do parto que eu tive, cada uma sabe o que é melhor pra si! Beijos e um bom final de semana!

Rafaela disse...

Falou e disse! As pessoas têm a mania de julgar e apontar o dedo para os outros. Acho que é falta do que fazer, falta de vida para viver, falta de louça para lavar, rs.

Cada uma tem o parto que quiser desde que respeite as condições de segurança para o bebê. Eu por exemplo fico horrorizada com partos em casa, não faria nem amarrada e meu marido não assistiria nunca, muito menos uma platéia! Mas essa sou eu e não julgo quem faz e tbm não admito que julguem minhas cesáreas, rs.

Já diz o ditado popular "cada um no seu quadrado". Adorei o post!

Um ótimo final de semana.
Beijos

Aline Patrícia disse...

Sher eu li seu relato de parto, foi uma cesária necessária! Já ouvi e conheço mulheres que sofreram horas em trabalho de parto e quando já estão correndo risco, o medico resolve fazer uma cesária!


Karine também acho que o tipo de parto não define o que é ser mãe! Temos tantas mães que nunca passaram pelo parto e que são as mães mais maravilhosas do mundo, mães do coração! Bjos!


Rafaela Obrigada! As pessoas gostam mesmo de julgar os outros e esquecem de olhar os próprios erros. Realmente o negocio é ficar cada um no seu quadrado! Beijos!

Mônica disse...

Estava procurando qualquer coisa que tivesse a ver com o que eu penso sobre ser mae! Sou mae de um menino de 9 anos, foi parto cesarea e eu não sofreria e nem o colocaria a sofrer mais de 24 h pra nascer " naturalmente" ! Ele simplesmente nasceu... Lindo! Perfeito! E eu me tornei mae sim!!! De todas as formas!!! Tb amamentei ate os 8 meses, mas por não ganhar peso, teve que complementar com leite de lata. Sou menos mae ou ele tem menos saúde por isso??? Ultimamente por motivos pessoais, este assunto tem me incomodado muito!!!! Ser mae em tempo integral, carregar o filho no colo todo o tempo, não deixar ninguém encostar sem lavar as mãos, julgar mães que trabalham fora!! Meu filho me ama e muito pelo que eu sou e eu sou uma mae nos horários livres, pelo telefone, com uma baba me ajudando, minha mae tomando conta, a noite, na hora do almoço e nos finais de semana que não trabalho! E ele continua me amando e eu continuo sendo mae e muito mae!! Não posso me dar ao luxo de viver de dinheiro do marido, e quase toda mulher brasileira não pode! E por isso, trabalho para poder proporcionar uma vida tranqüila e de qualidade ao meu filho. E vejam só... Ele continua me amando!!! Respeito as mães que se julgam mais mães por terem dado a luz naturalmente e por serem exclusivamente mães, mas não engulo qd " jogam" na nossa cara que não somos tão mães, ( e muitas vezes somos muito mais!) quanto elas!!! #prontofalei!!!

Aline Patrícia disse...

Mônica vc disse tudo!!
Concordo com vc!!
Respeito as mães que educam diferente de mim, que pariram diferente de mim, que criam diferente, até admiro, mas também não aceito que me desrespeite, tenho certeza que sou uma ótima mãe!! E ninguém vai dizer ao contrario! Bem vinda!

Aline Patrícia disse...

Lilia é isso mesmo, devemos respeitar a todas! E respeito muito sua coragem de ter tido um parto normal! Muita gente diz que cesária não é parto, mas o nascimento de uma criança não pode ser considerada só uma cirurgia!
Bjos!!!

Carla Vanessa disse...

Oi meninas , eu sou doula, e meus dois filhos nasceram de cesárea , e como eu postei no meu blog, eu não me sinto menos mãe por isso , mas o que me deixa triste são as mentiras dos médicos, a indução descarada à uma cesárea desnecessária , a falta de informação, e na maioria das vezes não é a mãe que escolhe o seu parto , mas sim as mentiras do profissonal que ela tanto confia . Por isso, hoje eu faço curso para as minhas gestantes e se mesmo tirando todo o mito , todo o trauma, elas ainda assim optarem por uma cesárea eletiva, eu dou todo o meu apoio e meu amor, até acompanho elas no hospital e no centro cirúrgico. Mas , não posso mentir aqui , que não vou com um aperto no meu coração daquele bebezinho ser retirado antes do tempo do seu "aconchego"! Mas, nunca serei contra uma cesárea necessária, sei que é uma benção de Deus, assim como também são todas as cirurgias quando se tem algo anormal ou enfermidade ! E, como eu sempre falo p as minhas gestantes, vc faria uma ponte de safena se seu coração estivesse perfeito ? Se quiserem podem dar uma olhadinha no meu blog, adoraria receber a visita de vcs ! doulaamiga.blogspot.com.br