1

Livro: o melhor amigo da criança



Diversos estudos apontam que a criança que lê e tem contato com a literatura desde cedo, principalmente se for com o acompanhamento dos pais, aprende melhor, pronuncia melhor as palavras e se comunica melhor de forma geral. Contudo, apesar de 96% da população brasileira considerar importante incentivar crianças de até cinco anos a gostar de ler, apenas 37% leem para elas. É o que revela pesquisa feita pelo Datafolha e pela Fundação Itaú Social.

Realizada em agosto deste ano com 2074 pessoas em 133 cidades de todo país, a pesquisa mostrou que as mulheres adultas, com idade entre 25 e 44 anos, das classes A, B e C e com ensino médio e superior são as que mais leem para os filhos, seguidas pelos pais. Já nas classes menos favorecidas, são os professores os maiores responsáveis pelo incentivo à leitura.

Sobre a importância da leitura para a formação do indivíduo, 54% dos que responderam a favor dos livros acredita que o hábito contribui para o desenvolvimento intelectual e cultural das crianças. Contudo, apenas 9% considera a prática como uma ajuda na preparação para o mercado de trabalho.

A Fundação Nacional de Leitura Infantil (National Children’s Reading Foundation), nos Estados Unidos, no entanto, garante que quem é acostumado à leitura desde bebezinho se torna muito mais preparado para os estudos, para o trabalho e para a vida, e afirma ainda, que para a criança de zero a cinco anos, cada ano ouvindo historinhas e folheando livros equivale a 50 mil dólares a mais na sua futura renda.

Fonte: femininoealem.com.br

Vamos estimular os pequenos a ler!!! 

Comentários
1 Comentários

Um comentário:

Diário da mãe e da filha disse...

Sim Aline é desde cedo que se estimula. Se não para criar os hábitos depois vai ser complicado
Beijos